PERÍODO DE REALIZAÇÃO

O Seminário será realizado nos dias 17, 18, 19 e 20 de outubro de 2006, nos turnos da manhã e da tarde. As atividades da manhã ocorrerão entre 8h e 12h15, e as atividades da tarde entre 14h e 18h. A abertura ocorrerá no primeiro dia do Seminário, no período da manhã.

Programação Completa
16 de Outubro

17 de Outubro

18 de Outubro

19 de Outubro

20 de Outubro

Exposição - 17 a 20 de Outubro

Fazer o download da Programação Completa

DINÂMICA DO TRABALHO

As atividades serão distribuídas em dois grandes grupos por turno. No período da manhã, das 8h às 10h haverá conferências, e das 10h15 às 12h15, mesas-redondas com debates gerais acerca da temática em pauta no dia, reunindo os professores convidados e os presentes no auditório. À tarde, acontecerão as comunicações dos trabalhos inscritos, dando continuidade ao debate ocorrido na parte da manhã. Terão início às 14h e término às 16h. Sessões de painéis para apresentação dos trabalhos inscritos ocorrerão concomitantemente às demais atividades. Serão realizadas oficinas ou minicursos no período entre 16h30 e 18h.

 

PÚBLICO-ALVO

Formuladores de políticas públicas, profissionais, educadores, dirigentes, estudantes e pessoal de entidades, integrantes de grupos excluídos ou não, envolvidos com a construção de uma Sociedade Inclusiva.

 

METODOLOGIA

Conferências, mesas-redondas, oficinas ou minicursos e sessão de comunicação e pôsteres para apresentar ações concretas de inclusão, nos seguintes eixos temáticos:

- Eixo 1: Direitos Humanos e Cidadania
- Eixo 2: Saúde
- Eixo 3: Educação
- Eixo 4: Trabalho
- Eixo 5: Acessibilidade
- Eixo 6: Tecnologia para Inclusão
- Eixo 7: Cultura, Esporte e Arte
- Eixo 8: Meio Ambiente e Inclusão Social

 

ÁREAS TEMÁTICAS

- Eixo 1: Direitos Humanos e Cidadania
As pessoas possuem direitos em suas relações umas com as outras, com a coletividade e as instituições. Nesse sentido, há que considerar os direitos fundamentais aplicados a essas pessoas, principalmente os de igualdade, liberdade e suas derivações. Outro ponto de discussão importante diz respeito às políticas públicas nos níveis federal, estadual e municipal, voltadas para os indivíduos, que contribuam para o exercício da cidadania. Os trabalhos deverão abordar os direitos fundamentais e análise das políticas públicas que buscam viabilizar o exercício dos direitos das minorias.

- Eixo 2: Saúde
A saúde representa um direito básico da humanidade. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera-a como um estado de "bem - estar físico, mental e social, não podendo ser entendido apenas como ausência de enfermidades ou doenças". Em 1981, a OMS adotou a estratégia mundial de "Saúde para Todos", compreendendo que a saúde inicia-se em casa, na escola e locais de trabalho; que todos devem ter acesso aos recursos essenciais de saúde e que precisam ser promovidas oportunidades iguais de integração social para pessoas com necessidades especiais. As ações na saúde vão oferecer o suporte para que as pessoas vivam o mais independentemente possível, participando de modo efetivo da comunidade. Os trabalhos deverão apresentar pesquisas, ações e projetos de saúde que contribuam para a inclusão social e que avaliem a efetividade dessas ações.

- Eixo 3: Educação
Pensar a inclusão significa pensar a conquista e o exercício da cidadania. A escola deve constituir um dos espaços privilegiados para o indivíduo adquirir um saber que lhe permita reconhecer seus direitos, exigir sua aplicação e compreender a necessidade de exercê-los. Em relação às pessoas excluídas e marginalizadas pela sociedade, diversos são os documentos e leis que asseguram a educação para todos. As escolas públicas e particulares devem desenvolver propostas pedagógicas condizentes com essas diretrizes. Os trabalhos deverão refletir sobre as possíveis soluções para a inclusão de alunos marginalizados no ensino regular e sobre as dificuldades a serem vencidas.

- Eixo 4: Trabalho
Sob a ótica de que o trabalho é essencial ao processo de inclusão e de construção da cidadania, os trabalhos deverão discutir programas de qualificação e de reabilitação/habilitação, bem como as fontes de custeio para tais ações; as relações entre saúde e trabalho; o estabelecimento de órgãos fiscalizadores das cotas de lei com poder de multa; a evolução do mercado de trabalho para minorias; as relações de trabalho em ambientes que envolvam mão-de-obra inclusiva; a organização e representação dos trabalhadores pertencentes às minorias; responsabilidade social corporativa; programas e projetos voltados para a geração de renda, qualificação para o trabalho e reorientação profissional, em parceria com o poder público, iniciativa privada e organizações não governamentais; pesquisas e projetos de intervenções que contribuam para a inclusão social pelo trabalho e para a avaliação da efetivação dessas ações.

- Eixo 5: Acessibilidade
O direito de ir e vir constitui condição básica para permitir o exercício dos direitos fundamentais pelas pessoas com necessidades especiais. Os trabalhos deverão refletir sobre as possíveis soluções de acessibilidade do espaço público e privado, e avaliar ações de entidades governamentais e particulares que viabilizem a acessibilidade.

- Eixo 6: Tecnologia para Inclusão
A utilização de ferramentas tecnológicas pode favorecer o acesso aos direitos fundamentais. Os trabalhos deverão apresentar e discutir serviços, tecnologias e produtos como softwares e hardwares, máquinas, equipamentos e outros tipos de tecnologia aplicáveis em oficinas, hospitais, centros de pesquisa, universidades, laboratórios e empresas de qualquer parte ou nacionalidade, desenvolvidos ou em fase de desenvolvimento, que demonstrem constituir tecnologia assistiva e inclusão digital.

- Eixo 7: Cultura, Esporte e Arte
A cultura, o esporte e a arte são considerados direitos na sociedade contemporânea. O tema se propõe a discutir as diferentes formas de manifestação da cultura, do esporte e da arte produzidos por/para minorias, refletindo as experiências de sucesso e insucesso nessas áreas.

- Eixo 8: Meio Ambiente e Inclusão Social
O movimento ambientalista responde, nas últimas décadas, pela construção de novos valores que questionam as formas tradicionais de pensar a economia, a sociedade e a natureza. Destaca, entre eles, a noção de cuidado e proteção ao meio ambiente, em face do modelo capitalista implantado desde o século XIX. Coloca em xeque a noção de progresso, o papel da ciência, o impacto tecnológico e a ousadia humana perante outras espécies vivas. O ambientalismo questiona as formas de dominação e exclusão social, buscando novas formas de organização do trabalho contrárias a interesses predatórios. Chama atenção, ainda, para o fato de que as velhas contradições sociais refletem-se nos padrões de apropriação e consumo dos recursos naturais.

 

TRABALHOS INSCRITOS

Todos os trabalhos devem ser enviados até 30 de junho de 2006.

1. Os trabalhos consistirão em relatos de experiências, relatórios de pesquisa, resultados de monografia, dissertações e teses de todas as áreas do conhecimento que atendam a, pelo menos, um dos objetivos do IV Seminário Internacional "Sociedade Inclusiva PUC Minas".

2. Os trabalhos serão selecionados pela Comissão Científica e os resultados serão divulgados até 15 de agosto de 2006, terça-feira. Os trabalhos aprovados integrarão os anais do evento.

3. Modalidades de Apresentação de Trabalhos:
a) Pôster
b) Comunicação

4. Para inscrição, enviar RESUMO do PÔSTER ou o artigo da COMUNICAÇÃO (com a ficha de inscrição e pagamento) em 02 (duas) vias impressas, acompanhadas de disquete de 3,5 polegadas, etiquetados com o nome do arquivo e do autor.

 

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Somente serão aceitos o pôster e o artigo do participante já inscrito no IV Seminário (com ficha de inscrição e comprovante de pagamento).

A - Pôster

Pede-se que os itens abaixo sejam levados em conta para a apresentação dos trabalhos:

1. Os pôsteres deverão ser, preferencialmente, plotados;

2. Os pôsteres deverão ter no máximo 1,20m de altura por 1m de largura;

3. Preferencialmente, deverão ser confeccionados com o mínimo possível de textos e privilegiando ilustrações informativas (fotos, gráficos, tabelas, desenhos);

4. Os pôsteres deverão conter: título, eixo temático, autores, filiação institucional, endereço, introdução, objetivos, metodologias, resultados/conclusões, referências bibliográficas;
5. Os pôsteres serão afixados em data e locais indicados pela comissão organizadora, pelo menos uma hora antes do início da exposição dos mesmos;

6. Pelo menos um dos autores deverá permanecer ao lado do pôster, durante o tempo de exposição, para esclarecer dúvidas sobre o conteúdo exposto;

7. O horário de permanência do autor junto ao pôster será preestabelecido pela comissão organizadora.


B - Comunicação

O texto deverá ser entregue em 2 (duas) cópias impressas, sem o nome do autor, acompanhado do disquete contendo 2 (dois) arquivos: 1 (um) com o nome do autor e o outro sem o nome do autor. Os artigos completos poderão ser encaminhados pessoalmente à Pró-reitoria de Extensão da PUC Minas ou por intermédio dos correios.

O arquivo contendo o nome do autor deve ser nomeado da seguinte forma: SOBRENOME - EIXO TEMÁTICO (Exemplo: SILVA - SAÚDE).

O texto deverá ser enviado em arquivo do programa Word, formato A4, fonte arial, tamanho 12, espaçamento 1,5 seguindo as normas da ABNT, com, no mínimo, 5 (cinco) e, no máximo, 15 (quinze) páginas; margens superior e esquerda 3cm, direita e inferior 2cm.

OBS: Para fazer download das normas de padronização da PUC Minas, clique aqui.


Estrutura do trabalho:

1. Primeira linha: título do trabalho (centralizado, em caixa alta e negrito);

2. Dois espaços após o título: nome do autor (alinhado à esquerda, em itálico e negrito);

3. Na próxima linha: filiação institucional (alinhado à esquerda, sem itálico e/ou negrito);

4. Caso haja mais de um autor, mencioná-los, com as respectivas filiações institucionais, mantendo 1 (um) espaço entre os nomes deles;

5. Dois espaços após a filiação institucional do último autor: endereço completo do autor principal (centralizado, sem itálico e/ou negrito);

6. Uma linha após o endereço do autor principal: telefone e/ou fax do autor principal (centralizado, sem itálico e/ou negrito);

7. Uma linha após o telefone e/ou fax: e-mail do autor principal (centralizado, sem itálico e/ou negrito);

8. Dois espaços após o e-mail do último autor: corpo do trabalho (alinhamento justificado, sem itálico e/ou negrito, salvo em expressões especiais);

9. Tabelas, gráficos, figuras, etc., deverão compor o corpo do trabalho e estar inseridos no mesmo arquivo eletrônico do trabalho;

10. Referências bibliográficas e citações devem seguir a orientação da ABNT.


OBS. Os trabalhos que não seguirem as normas não serão avaliados.